Workshop de formação da 2ª edição do CanSat Junior Açores

No passado dia 3 de fevereiro, dezasseis professores participaram no Workshop CanSat Junior Açores que assinala o arranque da segunda edição deste projeto na Região. A formação decorreu nas instalações do OASA – Observatório Astronómico de Santana, e esteve a cargo do ESERO-Portugal/Ciência Viva, com a colaboração da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço (EMA-Espaço), no âmbito de uma parceria entre aquela instituição e o Governo dos Açores, através do Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência. O CanSat Júnior Açores é uma das ações incluídas na Estratégia dos Açores para o Espaço – Eixo Divulgação, Educação e Cultura Científica para o Espaço. Destinado aos alunos do 3º ciclo do ensino geral, o CanSat Junior consiste na simulação de um projeto espacial “real”: construção, programação e lançamento de um microssatélite equipado com subsistemas de processamento de dados, sensores, sistema de alimentação e de comunicações, conceptualmente idêntico ao de um satélite real. Durante o lançamento e descida controlada por um paraquedas, o pequeno satélite do tamanho de uma lata de refrigerante comunica com uma estação base, também ela construída e operada pelos alunos.

O objetivo é proporcionar aos nossos jovens a participação num projeto colaborativo, disruptivo e transformador, onde as ciências e tecnologias espaciais se articulam com o currículo do ensino geral, proporcionando uma experiência enriquecedora e de verdadeiro trabalho em equipa, motivando, igualmente, os nossos jovens para percursos académicos no domínio das carreiras STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) com ligação direta ou indireta ao setor aeroespacial.

Criado em Portugal pelo delegação nacional do ESERO, esta segunda edição regional do CanSat Junior envolve cerca de 100 participantes, num total de 15 equipas oriundas de 8 ilhas do arquipélago.

Hackathon de Professores do Espaço 2023: O regresso à Lua

Entre os dias 10 e 14 de Julho de 2023, a ilha de Santa Maria recebeu a Hackathon de Professores do Espaço 2023: O regresso à Lua. Esta formação acreditada permitiu a 20 docentes de 7 ilhas dos Açores participar em atividades formativas no formato de hackathon, para além de atividades em unidades do ecossistema espacial da ilha. Neste workshop foram trabalhadas estratégias de TRM (Team Resource Management) como competência transversal a todas as áreas científicas e de engenharia, incluindo as afetas ao setor do Espaço, conferindo aos docentes competências adicionais como recursos de trabalho nas suas atividades letivas e projetos.

O fascinante tema da Lua, amplamente motivado pelo lançamento, este ano, da missão ARTEMIS I que pretende voltar a colocar novamente seres humanos no nosso satélite natural, foi o mote para uma intensa semana de trabalho. Foram abordados temas como medicina espacial, geologia lunar, robótica, formação do sistema solar, mecânica orbital, etc.

A iniciativa foi promovida pelo ESERO Portugal/Ciência Viva, em parceria com o Governo dos Açores, o Expolab, a NAV e a Agência Espacial Portuguesa.

Exposição SPACE FOR OUR PLANET

Encontra-se patente ao público até 2 de novembro, a exposição SPACE FOR OUR PLANET, na Praça Gonçalo Velho Cabral – Ponta Delgada. A mostra olha para o papel que o Espaço desempenha na Agenda das Nações Unidas para 2030. O objetivo é dar a conhecer a forma como o Espaço fornece soluções inovadoras e contribui para alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Criada em 2021, a exposição, composta por 40 painéis, tem estado patente em algumas das principais capitais mundiais como Nova Iorque, Bruxelas ou Paris, e associada a grandes eventos estratégicos, como a Expo Dubai, mostrando testemunhos reais de académicos, pescadores, astronautas, estudantes, professores ou cientistas, entre outros, incluindo o depoimento de quatro portugueses. Cada um dos depoimentos é apresentado pelo retrato de um dos “atores de mudança” que usa ou beneficia de tecnologia ou aplicações espaciais que permitem construir um futuro cada vez mais sustentável.
A exposição resulta de uma parceria entre o Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência, através da EMA-Espaço, a Câmara Municipal de Ponta Delgada, e a Agência Espacial Portuguesa – Portugal Space

Créditos fotográficos: João Freitas (GRA)

2ª edição do CanSat Junior Açores

O CanSat Junior Açores é uma iniciativa destinada a alunos do ensino básico (3º ciclo) de todas as escolas da Região Autónoma dos Açores, com o grande objetivo de proporcionar aos jovens participantes o contacto com aplicações básicas mas muito práticas de ciência e engenharia num projeto “real” absolutamente entusiasmante e impactante no desenvolvimento de competências científicas, técnicas, comunicacionais, de trabalho em equipa e resolução de problemas.

O QUE É UM CANSAT?

Um CanSat (“Can” = lata + “Sat” = Satélite) é um projeto educativo criado em Portugal pelo ESERO e pela Ciência Viva, destinado a alunos do 3º ciclo básico. É uma versão simplificada do projeto CanSat da Agência Espacial Europeia (ESA), e consiste na construção de um modelo funcional de um microssatélite capaz de medir parâmetros atmosféricos e enviar telemetria para uma estação base. O CanSat é lançado de uma certa altitude e durante a descida, controlada por um paraquedas construído pelos alunos, transmite dados da temperatura, pressão do ar e altitude, para a estação base composta por uma antena, também ela construida pelos alunos, ligada a um dispositivo de receção e um computador.

QUEM PODE PARTICIPAR?

Equipas de alunos e alunas (mínimo de 3 e máximo de 6 elementos) orientados por um(a) professor(a). Nesta 2ª edição, uma equipa que já particiou deverá incluir pelo menos um aluno ou aluna que nunca tenha participado no projeto CanSat Junior. Uma escola pode inscrever mais do que uma equipa.

EQUIPAS SELECIONADAS

>> Corvinos – EBS Mouzinho da Silveira (Corvo)
>> Team GoForIt – EBS das Flores (Flores)
>> Eagles – EBS das Lajes (Pico)
>> Astro(Wo)men – EBS da Madalena (Pico)
>> Cosmos do Topo – EBI da Vila do Topo (São Jorge)
>> VelasSpaceSat – EBS de Velas (São Jorge)
>> PaxiGrace – EBS da Graciosa (Graciosa)
>> É preciso ter lata! – ES Jerónimo Emiliano de Andrade (Terceira)
>> Starlight – Colégio do Castanheiro (São Miguel)
>> Vaquinhas Voadoras – EBI de Ginetes (São Miguel)
>> Peixinhos Espaciais – EBI de Rabo de Peixe (São Miguel)
>> RobotMinds – ES da Ribeira Grande (São Miguel)
>> Astrojovens – ES de Lagoa (São Miguel)
>> SpaceNerds – ES Domingos Rebelo (São Miguel)
>> Buteospace – EBS Bento Rodrigues (Santa Maria)

DATAS IMPORTANTES

>> Até 30 de novembro de 2023 – Inscrição e envio dos vídeos.  CONCLUÍDO 
>> 4 a 8 de dezembro de 2023 – Seleção das equipas.  CONCLUÍDO 
>> 11 de dezembro de 2023 – Comunicação aos professores(as) orientadores(as) do resultado do processo de seleção.  CONCLUÍDO 
>> 3 de fevereiro de 2024 – Workshop de formação de professores, na Ilha de São Miguel. CONCLUÍDO
>> 24 e 25 de maio de 2024 – Final do concurso CanSat Junior Açores, na Ilha de Santa Maria.

REGULAMENTO

PROGRAMA DA FINAL

WORKSHOP DE FORMAÇÃO

REVEJA A 1ª EDIÇÃO DO CANSAT JUNIOR AÇORES

Semana Mundial do Espaço 2023

O gabinete do Subsecretário Regional da Presidência, através da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço, realizou uma sessão pública de lançamento da Semana Mundial do Espaço 2023, no Auditório da Biblioteca Pública de Ponta Delgada, no dia 4 de outubro, pelas 10h00, que contou com a presença de Cláudio Gomes, Físico e Coordenador Nacional da World Space Week, e da especialista em Observação da Terra, Mariana Ávila, do AIR Centre.

A Semana Mundial do Espaço é uma celebração internacional da ciência e da tecnologia, e da sua contribuição para a melhoria da condição humana.

A Assembleia Geral das Nações Unidas declarou em 1999 que a Semana Espacial Mundial será realizada todos os anos, de 4 de outubro (dia em que se assinala o lançamento do primeiro satélite feito pelo Homem, o Sputnik 1, em 1957) a 10 de outubro (data de assinatura do Outer Space Treaty, em 1967).

O evento, aberto ao público, possuiu uma vertente de divulgação e promoção da cultura científica dedicada aos jovens em idade escolar, como forma de disseminar a importância da exploração espacial e do uso de tecnologias espaciais em benefício da humanidade.

Este ano a Semana Mundial do Espaço dedica particular atenção à componente de empreendedorismo no setor espacial.

Zero-G Portugal – 5 jovens açorianos foram “Astronautas por um Dia”

Os 30 finalistas da segunda edição da iniciativa “Zero-G Portugal – Astronauta por um Dia”, promovida pela Agência Espacial Portuguesa (Portugal Space), já cumpriram a sua primeira experiência de voo parabólico, onde tiveram a oportunidade de experienciar a sensação da microgravidade a bordo de um Airbus A310 operado pela Novespace, que descolou da Base Aérea nº. 11 da Força Aérea Portuguesa, em Beja. O voo envolve uma série de manobras em trajetória parabólica, que começam a ser realizadas quando o avião chega a uma altitude superior a 6.000 metros. Durante cerca de uma hora, são realizadas 15 parábolas onde é possível experimentar uma sensação de gravidade zero. Contas feitas, neste voo os jovens têm a oportunidade de experienciar entre cinco a seis minutos de microgravidade idêntica às que os astronautas sentem quando estão no espaço. Este grupo de jovens do ensino básico e secundário, composto por 20 rapazes e 10 raparigas vindos de vários pontos do país, incluiu, pela primeira vez, alunos oriundos dos Açores. Foram 5 os finalistas açorianos, 2 da ilha de Santa Maria e 3 da ilha Terceira, selecionados de entre mais de 500 candidatos e após 4 exigentes fases de seleção.

O Governo dos Açores, através do Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência e da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço, associou-se à Agência Espacial Portuguesa na disseminação desta iniciativa junto da comunidade educativa da Região através da realização de sessões de divulgação e sensibilização nas escolas, dando expressão à estratégia de criação de um quadro cultural e educacional como alicerce para o desenvolvimento do ecossistema espacial dos Açores.

Créditos fotográficos: Agência Espacial Portuguesa (Portugal Space)

Cinco estudantes açorianos entre os finalistas da 2.ª edição do Zero-G Portugal!

Depois de um processo de seleção que pôs à prova várias valências, 30 jovens estudantes portugueses terão a oportunidade de realizar um voo parabólico. Pela primeira vez há candidatos dos Açores, Madeira, Beja e Faro.

Após quatro meses de provas eliminatórias, foram selecionados os 30 finalistas da 2.ª edição do Zero-G Portugal – Astronauta por um Dia. A iniciativa, promovida pela Agência Espacial Portuguesa, vai levar, mais uma vez, estudantes do ensino básico e secundário num voo parabólico a bordo do Airbus A310, da empresa francesa Novespace. O voo, com partida a 3 de setembro, da Base Aérea Nº 11, em Beja, permitirá que os tripulantes experimentem a sensação de gravidade zero que os astronautas sentem no Espaço.

Dos 30 participantes selecionados, 20 são rapazes e 10 são raparigas. Quanto à proveniência dos finalistas, a edição deste ano da iniciativa registou uma maior representatividade geográfica: pela primeira vez, há finalistas vindos das Regiões Autónomas dos Açores (3 da ilha Terceira e 2 da ilha de Santa Maria) e da Madeira, de Faro e de Beja, mas também de Lisboa, Santarém, Aveiro, Braga, Coimbra, Leiria, Braga, Porto e Setúbal.

A nível da distribuição por anos de escolaridade, 27 finalistas frequentam o Ensino Secundário (14 estão no 10.º ano; 13, no 11.º) e 3 são alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico (dois do 9.º ano, um do 8.º ano).

A Estrutura da Missão dos Açores para o Espaço participou na divulgação desta iniciativa junto da comunidade educativa açoriana, com a Agência Espacial Portuguesa.

Foto: Agência Espacial Portuguesa

1ª edição do CanSat Junior Açores

Decorreu nos dias 26 e 27 de maio a 1ª edição do CanSat Junior Açores, uma organização do Governo dos Açores através do Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência/EMA-Espaço, da Ciência Viva, do ESERO Portugal, e da Agência Espacial Portuguesa. Durante dois dias, cerca de 100 alunos de 7 ilhas viveram uma aventura científica e tecnológica inesquecível, na ilha de Santa Maria, onde testaram e analisaram os dados dos seus microssatélites lançados por um drone.
Foram momentos de muita ansiedade mas também de muita alegria, diversão, aprendizagem e partilha de conhecimento.
Todos foram vencedores, mas houve 3 equipas que se destacaram:

1º lugar: “Cagarros” – EBS de Santa Maria

2º lugar: “SpaceNerds” – ES Domingos Rebelo (São Miguel)

3º lugar: “Azores at Space” – ES de Lagoa (São Miguel)

Bem hajam todos, alunos e professores, pelo vosso trabalho!

Até para o ano!

PROGRAMA DA 1ª EDIÇÃO CANSAT JUNIOR AÇORES

DESTAQUES:

Portal do Governo dos Açores: Governo dos Açores quer motivar jovens para conhecimento científico no setor espacial

Portal do Governo dos Açores: Governo dos Açores promove final do concurso Cansat Junior em Santa Maria 

SapoTEK: Um satélite pode caber numa lata de refrigerante? CanSat chegou aos Açores e quer ficar

RTP Açores: CanSat Junior Açores

SPACEAZORES: Equipa “Cagarros” obtem 2º lugar na final nacional do CanSat Junior

SATSDIFACTION – SATellite data and Spatial Data InFrAstruCTures for an evidence-based regIONal governance

A Região Autónoma dos Açores, através do Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência / Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço (EMA-Espaço), e da sua representação na NEREUS (Network of European Regions Using Space Technologies), integra, o projeto SATSDIFACTION – SATellite data and Spatial Data Infrastructures for an evidence-based regional governance , cofinanciado pelo programa Interreg Europe.

Este projeto, que teve início em março de 2023 e se prolonga até maio de 2027, tem por objetivo promover a partilha de experiências e a transferência de conhecimento no domínio da utilização de dados de satélite em infraestruturas de dados espaciais, ao nível local e regional, como meio para a melhoria da implementação de políticas públicas regionais.

Além dos Açores, os parceiros deste consórcio são as regiões europeias de Veneto (Itália), Basilicata (Itália), Podkarpackie (Polónia) e Occitanie (França), o Município de Riga (Letónia) e ainda o ISSeP (Bélgica) e a NEREUS Asbl (Bélgica).

A participação da Região como entidade parceira do SATSDIFACTION, conta com diversos ‘stakeholders’ regionais, nomeadamente a Secretaria Regional dos Transportes, Mobilidade e Infraestruturas (Direção Regional da Energia), a Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas (Direção Regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos) e a Universidade dos Açores.

Agência Espacial Portuguesa lança concurso para exploração de comando e controlo de satélites em Santa Maria

A Agência Espacial Portuguesa lançou esta sexta-feira, dia 20 de janeiro, o concurso para a exploração de uma antena de 15 metros dedicada ao comando e controlo de satélites, instalada no Teleporto da ilha de Santa Maria, no Arquipélago dos Açores.

Os interessados deverão garantir a exploração comercial da antena com o objetivo de capacitar o ecossistema espacial nacional, promovendo o desenvolvimento das ciências e tecnologias do Espaço e a promoção da inovação e do emprego científico, nomeadamente na ilha de Santa Maria, contribuindo assim para alavancar o ecossistema espacial de Santa Maria.

Esta antena de 15 metros, de elevado desempenho, destina-se ao controlo e comando de satélites e missões espaciais nas bandas S e de banda X, com um desempenho semelhante às estações terrestres ESTRACK de 15 metros da Agência Espacial Europeia, e com capacidade para missões fora das órbitas terrestres.

Mais informações aqui: https://ptspace.pt/pt/agencia-espacial-portuguesa-lanca-concurso-para-exploracao-de-comando-e-controlo-de-satelites-em-santa-maria/

Página seguinte »

This site is registered on wpml.org as a development site.